Dicas para recém-chegados no Canadá

ELISABRENNERCanadá5 Comments

Mudar de país não é fácil. São tantos planos e planejamentos, tanta coisa para fazer e tanta coisa nova que pode ser até assustador. Quando cheguei aqui há pouco mais de um ano atrás, eu estava com muito medo e não sabia o que esperar do pais e nem da cidade. Pode parecer loucura, mas eu não fiz nenhuma pesquisa sobre a cidade que moro hoje, Edmonton. O motivo foi que eu não quis criar nenhum tipo de expectativa e me frustrar depois.

Funcionou. Cheguei aqui sem saber de nada e aos poucos fui descobrindo lugares e a história da cidade que me acolheu tão bem. Falei um pouco sobre Edmonton nesse post aqui. Como eu sei que muita gente gosta de fazer pesquisas e se programar, eu decidi dar uma ajudinha com o pouco de experiência que eu tenho. Nesse post vou compartilhar com vocês algumas dicas e essencialidades para quem está se preparando para chegar no Canada.

Hospedagem

Escolher a futura casa da família a distância pode parecer impossível. Por isso a dica que eu posso dar é, não confiem em fotos e opiniões do tripavisor ou qualquer outro site. Veja com seus próprios olhos.

IMG_0586

Gaste um pouquinho mais e fiquei por um tempo em um imóvel do airbnb ou hotel, para ter tempo para pesquisar e visitar as futuras possíveis casas ou apartamentos. Escolha muito bem escolhido, porque os contratos de aluguel daqui geralmente são validos por um ano e ficar num lugar que não agrada muito por tanto tempo pode ser bem complicado.

Lide com as formalidades o mais rápido possível

Abra uma conta em um banco na primeira oportunidade que tiver e aplique para um cartão de credito. Construir um credito aqui no Canadá por ser bem difícil… então é bom começar logo. Ah e só um lembrete, pague as faturas antes do vencimento

Faça uma carteira de motorista. Andar com passaporte no bolso pode ser trabalhoso e perigoso. Já faca logo a carteira de motorista da província que você irá morar, que vale como documento de identificação, e guarde seu passaporte em casa.

Faça algum plano de saúde e dentário. O sistema de saúde do canada pode custar muito caro, então garanta algum seguro para a família (mais informações e dicas sobre plano de saúde em Alberta nos comentários).

Adquira um plano em uma companhia telefônica. São inúmeras opções para você escolher e cada uma oferece um benefício diferente para atender as suas necessidades, desde planos mais básicos até aqueles mais completos.

Compre um carro

Você pode até alugar um carro no começo mas vai acabar ficando muito caro… a melhor saída é comprar um. Carros em concessionarias podem custar bem caro e conseguir um financiamento no banco pode não ser muito fácil… a melhor saída é comprar um carro usado mais barato.

No site kijiji.ca é possível comprar de tudo, desde animais de estimação, móveis, imóveis, tíquetes de shows e jogos, até carros. Os preços nesse site costumam ser muito bons. Ah e não esqueça de conferir no website carproof.ca todos os detalhes do veículo.

Vá na Ikea

Ikea é uma loja de móveis maravilhosa que tem em todo Canadá. Eu sou completamente apaixonada por ela e 99% da minha casa foi comprado lá. Vale muito a pena.

Dica: leve dinheiro vivo – cash – a conta na Ikea vai ficar cara e os bancos geralmente só aceitam transações de no máximo $1000,00 por dia. Essa dica, aliás, vale para quase todas as lojas que vocês forem visitar.

Aqui as lojas não parcelam os produtos, tudo é pago na hora à vista. Eu lembro quando fomos comprar nossa televisão, que custou mais ou menos uns $1200,00; nós passamos um pouco em um cartão, outro pouco em outro e o resto em cash.

Vá às compras

Quando cheguei aqui eu não tinha nenhuma roupa adequada para o inverno daqui então tive que renovar o guarda-roupa inteiro.

Eu comprei muita roupa no Walmart. As roupas são boas e baratas. Acho lá o lugar ideal para comprar coisas básicas, como roupas térmicas – essenciais para o inverno daqui – meias, pijamas e até casacos

Muita gente tem preconceito com o Value Village, que é um brechó muito famoso no Canadá. Essa loja vende roupas, sapatos, acessórios e até itens de decoração doados. Eles garantem que todas os itens vendidos são inspecionados e lavados antes de serem expostos.

A dollarama leva qualquer um a loucura. Ela é tipo uma loja de $1,99 do Brasil, mas com milhares de coisas, lá vende de tudo, desde itens de decoração, papelaria, cozinha, limpeza, brinquedos para crianças e animais e até comida. A Juliana do blog Edmonton Feelings fez um post super legal a respeito.

A Winners – ou Marshalls, mesma loja só que com outro nome- também vende de tudo, geralmente de marcas famosas e caras, mas com preço reduzido. Essa é sem dúvidas a minha loja preferida.

Economize!

Recentemente eu descobri um aplicativo em que é possível comparar, analisar e pesquisar os preços e flyers de várias lojas, dessa maneira você pode ir direto no lugar que esta oferecendo desconto no produto que você quer. O aplicativo se chama Flipp.

image

Compre em outlets. Os outlets do Canadá não são tão bons quanto os dos Estados Unidos, mas é sempre bom comprar algo com um descontinho né?!

 Pesquise sobre a sua cidade

As cidades e províncias aqui do Canadá costumam ser bem diferentes umas das outras em milhões de aspectos. Por isso é muito bom conhecer o lugarzinho que você escolheu – ou escolheu você – para morar.

O bom e velho google pode te dar muitas informações, mas o lugar mais seguro e confiável é o site oficial de cada cidade, ou província. Para encontrar o site é bem simples, quase sempre é nomedacidade.ca, como por exemplo Edmonton.ca ou Toronto.ca

IMG_2473

Churchill Square – Edmonton

Os sites dão todas as informações sobre pontos turísticos, parques, eventos, festivais, horários de funcionamento e localização de locais públicos e até leis e regras locais. Esses sites também irão lhe informar sobre o transporte público local, sobre tarifas e horários.

Seja um turista

Eu sei que trabalhar é importante, estudar ocupa muito tempo… mas passear, explorar e conhecer a bairro, a cidade e o país é algo que ninguém pode fazer por você e é extremamente gratificante.

Visite museus – a Juliana conta um pouco sobre o Royal Museum de Alberta – visite as bibliotecas públicas –  a Samia do blog Indo para Fora conta tudo sobre o delicioso mundo das bibliotecas – visite parques, e explore a natureza – a Priscila conta várias de suas aventuras pelas praias e trilhas de Victoria, BC em seu blog Embarque com a Pri- viaje – aqui no blog tem vários posts com roteiros incríveis pelo Parque Nacional de Banff, por Vancouver e Toronto.

IMG_3283

Compartilhe!
0

5 Comments on “Dicas para recém-chegados no Canadá”

  1. aelia

    Olá Elisa pretendo ir para o Canadá com visto pra turista depois que eu estiver aí consigo arrumar trabalho e visto pra ficar mais tempo

    1. ELISABRENNER

      Ola Aelia,
      A unica forma de conseguir visto de trabalho eh aplicando com o governo atraves do website cic.gc.ca
      acaba sendo o mesmo processo do visto de turista, entao nao faz diferenca se voce estiver aqui ou em qualquer outro lugar do mundo.
      obrigada pela visita e pelo comentario!
      Elisa

  2. Pingback: Descobrindo Edmonton com Elisa Brenner - Rede Canadá

  3. Paula

    Olá Elisa, tudo bem? Parabéns pelo post, muito bem explicativo! Só fiquei com uma dúvida, a província de alberta dá cobertura de saúde, certo? Porque você recomenda fazer um plano adicional:

    “Faça algum plano de saúde e dentário. O sistema de saúde do canada pode custar muito caro, então garanta algum seguro para a família.”

    Vocês fizeram algum? Como foi esse processo?
    Obrigada!!

    1. ELISABRENNER

      Oii Paula, tudo bem?
      Obrigada pela visita e pelo comentário!
      A província de Alberta disponibiliza o seguro de saúde gratuito para os seus residentes (desde que eles tenham algum tipo de visto para permanecer aqui por mais de 6 meses – ou seja, visto de turista não vale –
      Esse plano vale para assistência em toda a província, mas infelizmente não cobre tratamentos dentários e nem exames de visão, por isso muita gente faz algum suplementar (geralmente da empresa que trabalha ou da Universidade). No meu caso eu tenho o da Universidade que eu estudo (a Grant Macewan) que cobre tratamentos dentários, exames de vista e descontos em vários medicamentos.
      Ter um plano suplementar não é realmente essencial… Mas é muito bom ter. Recentemente – antes de ter o plano na faculdade – eu quebrei a contenção do aparelho ortodôntico que uso há mais de 10 anos e tive que pagar $90,00 só pra sementar – muito caro pra um procedimento tão simples.
      Espero ter ajudado!
      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *