Fique atenta ao sinais!

ELISABRENNERSobre mimLeave a Comment

Resolvi escrever esse post, que honestamente não tem nada a ver com o conteúdo e tema do blog, por uma questão de utilidade pública. Há pouco tempo, abri o box de perguntas no instagram e me perguntaram aonde eu conheci o meu marido. E quando eu respondi que o conheci no aplicativo de celular, o Tinder, algumas pessoas ficaram chocadas.

Nunca foi segredo para ninguém que eu conheci o Bruno no Tinder, tem sobre isso aqui na descrição do blog e eu falo isso abertamente sem nenhum problema. Recentemente tenho sido chamada de feminista por pessoas próximas a mim – não que isso me ofenda – e eu realmente sou feminista mesmo. E por isso resolvi, compartilhar aqui alguns conselhos e dicas para aqueles (especialmente mulheres) que se relacionam e conhecem pessoas online.

Eu acabei de assistir ao seriado Dirty John – que é baseado em fatos reais, e conta a vida de Debra Newell. Debra conheceu o homem perfeito online, se casou e o final da história é uma tragédia, mas não vou dar spoilers… assistam ao seriado, é muito bom. A Netflix também produziu um documentário sobre o mesmo tema chamado de Dirty John, the dirty truth. Nesse documentário, Debra Newell, as filhas delas e outras vítimas de John Meehan, contam o que realmente aconteceu.

O seriado e documentário me impressionaram muito. Eu sei que a violência doméstica contra a mulher é altíssima, e é um assusto super grave e deve ser falado sim! Eu dei a sorte de encontrar um homem maravilhoso no Tinder, e estar com ele há quase 6 anos, mas não é todo mundo que tem a mesma sorte que eu. Por isso é tão importante ficar atenta aos sinais.

Um relacionamento abusivo deixa muitos sinais. Alguns são mais claros e fáceis de perceber que os outros. O começo de qualquer relacionameto é lindo e romântico, mas com o passar dos meses, os sinais ficam mais evidentes. Se ele te ignora e não faz tanta questão de te ver, ou estar com você, não é necessariamente um relacionamento abusivo, mas é prova de que ele não está tão afim de você. Conhece aquele ditado quem quer dá um jeito, quem não quer arruma uma desculpa? Então, essa é a maior pura verdade. 

Uma característica bem comum de quase todos os relacionamentos abusivo é o controle e ciúme excessivo. Dizer que ele só faz ou diz aquilo porque se preocupa demais com você ou te ama demais, não é justificativa. Se ele é extremamente ciumento, também pode ser outro sinal de relacionamento abusivo.

Se ele tenta invadir a sua privacidade, seja lendo suas mensagens, lendo seus e-mails, ou tentando controlar a sua vida. Ou ainda tenta controlar as suas roupas e diz frases do tipo “mulher minha não usa batom vermelho” ou “essa saia está muito curta” ou “ah, você não vai sair com essa amiga, eu não gosto dela”; é sim um relacionamento abusivo.

Se ele tenta te afastar da sua família ou amigos. Se ele invalida os seus sentimentos. Se ele tenta destruir a sua auto-estima e diz que ninguém vai te amar como ele te ama… é relacionamento abusivo. Lembre-se que isso não é amor. E você pode sim sair dessa.

Agora se você sofre qualquer tipo de agressão física, seja beliscões, empurrões, ou qualquer tipo de violência, isso é crime e definitivamente não é amor. Procure ajuda. Não tenha vergonha de procurar ajuda.

Se você passa por qualquer uma dessas situações, ou tem uma amiga, uma prima, uma irmã, uma vizinha ou até uma conhecida que passa por isso, ofereça ajuda. Precisamos nos unir, nos ajudar e nos apoiar.No Brasil existem várias casas de apoio à mulher e instituições de auxílio, além de muitas delegacias da mulher. Procure a instituição mais próxima a você.

Nós mulheres já conquistamos tanto. E podemos conquistar ainda mais. Precisamos nos unir e lutar juntas, sororidade é isso. Together we are stronger. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *