Johnston Canyon

ELISABRENNERCanadá, RoadTripLeave a Comment

Nesse último verão passamos alguns dias no Banff National Park e aproveitamos bastante. Dei várias dicas do que fazer pelo parque nesse post aqui, publicado originalmente no blog Brasileiras Pelo Mundo. No último post eu contei sobre o nosso passeio pelo Kootenay National Park, outro parque nacional que faz fronteira com o Banff National Park. Nesse post vou contar tudo sobre a nossa aventura pelo Johnston Canyon.

A trilha pelo Johnston Canyon está localizada na Bow Valley Trail a 22km de distância da cidade de Banff e a mais famosa e mais procurada por turistas, então a dica número 1 é chegue cedo. Vocês nem imaginam o quanto essa trilha pode ficar movimentada. Chegar cedo é muito importante para caminhar com mais tranquilidade e ter mais liberdade para tirar fotos e aproveitar o passeio.

Dica número 2: leve um casaco, como você vai seguir a dica número 1, pode ser que esteja um pouco frio, e o percurso é quase todo ao longo do rio e claro, use sapatos confortáveis.

Dica número 3: leve lanches e bastante água. Logo no começo da trilha tem um restaurante e barraquinhas de comida e bebidas, então se você esquecer o seu, pode comprar ali mesmo antes de começar a caminhar.

Nós tomamos café bem cedo e a poucos quilômetros antes de chegar no estacionamento que dá acesso a trilha já tinha um engarrafamento enorme. Eu já fiquei assustada, pensando que já era fila para o Johnston Canyon, mas na verdade era um urso que estava causado todo aquele alvoroço.

IMG_5196

Bem perto da estrada estava um urso pardo comendo tranquilamente suas frutinhas. O mês de julho é a berrie season, estação das frutinhas, que são o principal alimento dos ursos. Tiramos a nossa foto e seguimos para a trilha.

Tudo arrumado, mochilas abastecidas, começamos a caminhada. A trilha do Johnston Canyon tem aproximadamente 3km cada trecho. Ela se divide em duas etapas. A mais curta de 1,1km até as Lower Falls, cachoeiras mais baixas.

IMG_5201

IMG_5197

O caminho até lá é praticamente só em catwalks, que são passarelas, e pontes. A vista é surreal. Passar no meio das rochas, tão próximo da água, é incrível.

IMG_5203

IMG_4558

IMG_4641

Seguimos até as Upper Falls, numa trilha de 2,6km pelo meio da floresta. Ao final existe um desvio por uma ponte da madeira até a atração principal, a cachoeira mais alta.

IMG_5202

No meio do caminho existe essa pedra arredondada que poucos descem para ver, para chegar lá é preciso descer o barranco. A parte mais difícil é subir, mas vale muito a pena.

IMG_3921 IMG_3929

Para os mais aventureiros, a trilha continua até um local chamado Ink Pots, como estávamos com a minha mãe e a Maggie, nós três voltamos e o Bruno, minha prima e meu tio continuaram.

IMG_5169

A trilha até os Ink Pots tem 3km de extensão e é considerada de dificuldade moderada. Ela segue no meio da floresta até que se abre em um vale cheio de pequenos lagos.

IMG_5204 IMG_5205

Os lagos tem uma cor esverdeada por causa de algumas minerais da região. O Bruno tirou as fotos para mim e disse que apesar da distância vale muito a pena.

IMG_5206 IMG_5168


englishman-river-falls1Adora fazer trilhas e apreciar paisagens de tirar o fôlego?

Leia sobre o Trilhas e Cachoeiras ma Ilha de Vancouver,

e todas as aventuras da Priscila nesse verao.

 

Compartilhe!
0
YOU MAY ALSO LIKE...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *