Nossa viagem a Toronto – Parte 1

ELISABRENNERCanadá, RoadTrip10 Comments

Como eu contei para vocês nesse post aqui que eu e minha família viajamos um pouquinho nesse mês de julho, e prometi que nos próximos posts eu iria contar tudo que fizemos nas últimas semanas. Eu tive um probleminha e os posts não ficarão como eu imaginei, porque eu perdi muitas fotos do meu celular, mas prometo caprichar nas dicas e no conteúdo.

Minha mãe, tio e prima saíram do Brasil dia 15 de julho e depois de muitas horas cansativas entre voos e aeroportos, desembarcaram no sábado em Toronto, e eu já estava lá para recebê-los. Do aeroporto pegamos o ônibus 192 Rocket que sai do Terminal 1 e vai até a estação de metrô Kipling Station.

DICA: compre alguns Tolkens (que é o bilhete de metrô aceito no transporte público em Toronto) na casa de câmbio do aeroporto. Ah e planeje todas as viagens de ônibus, streetcars e metrô pelo site do TTC -Toronto Transit Commission

Da Kipling Station pegamos o trem da linha 2 (verde) no sentido leste e fomos até a estação Bloor-Young que fica aproximadamente a 3 minutos a pé do apartamento que alugamos através do site Airbnb. Deixamos as malas e já fomos turistar. De volta ao metrô, fomos até a Union Station (linha 1 – amarela, sentido sul).

Da estação nós saímos já dentro do prédio Brookfield Place e lá dentro fica um restaurante incrível que se chama Marché. O local parece mais um mercado e é lindo demais. São várias ilhas com milhares de opções que enchem os olhos. O difícil é escolher o que comer, porque dá vontade de comer tudo.

IMG_4714

Teto do Brookfield Place

Ao entrar, você recebe um cartão e os funcionários vão anotando que você consumir ali, e é só pagar no final.. mas tome cuidado para não empolgar, porque a conta pode ficar realmente cara e você nem perceber hehe

IMG_4722

IMG_2530

Ali do lado fica o Hockey Hall of Fame, que infelizmente estava fechado, então só tivemos a chance de tirar fotos da escultura fica na porta.

IMG_2537

IMG_2540

De barriga cheia fomos caminhando pela Front Street em direção ao St. Lawrence Market que é o mercado público de Toronto. Infelizmente não conseguimos visitá-lo, porque ele também já estava fechado. Mas, se você ficou curioso e assim como eu, ama mercados públicos, não deixe de conferir esse post aqui da Gaby, em que ela conta tudo sobre a experiência de passear por lá.

No meio do caminho demos uma paradinha para fotografar o Gooderham Building, também conhecido por Flatiron Building, que é um prédio de tijolos vermelhos em formato triangular construído em 1892.

IMG_2553

Seguimos nossa caminhada pela Front Street e desviamos nosso caminho pela rua The Esplanade para fotografar a “quadra de basquete mais fotogênica de Toronto” – segundo a Gaby – e ficamos realmente encantados com o local.

IMG_4522

De lá seguimos em direção ao Distillery Distric, que fica bem pertinho dali. A história desse local é bem interessante: o local em 1832 era a sede da destilaria de bebidas alcóolicas Gooderham and Worts e acabou ficando bem famoso durante os 153 anos de funcionamento. Apenas alguns anos atrás, o local foi comprado por um grupo de investidores que o transformou em um local comercial, cheio de lojas, restaurantes, cafés, galerias, arte e estúdios.

IMG_4532 IMG_4531 IMG_4533

O local é muito lindo, uma mistura entre o moderno e antigo. Foi a minha segunda vez lá, e ainda não consegui explorar nem a metade. Dessa vez, sentamos na cervejaria Mill St. Brewery que é super antiga e tradicional em Toronto.

IMG_4523

DICA: Peça ao garçom para selecionar as melhores a mais vendidas cervejas numa bandeja de degustação. Além de barato, dá para provar vários sabores de cerveja. Ps.: a cerveja orgânica deles é incrível

IMG_4528

Também entramos na Soma Chocolatemaker, que é uma loja de chocolates e sorvetes artesanais. Por usar grãos de cacau importados de vários locais do mundo, os preços são levemente salgados, mas os produtos são extremamente gostoso. O Spicy Hot Chocolate é simplesmente surreal.

IMG_4524

IMG_4527

IMG_4525

Como estávamos bem cansados, depois de dar mais uma volta pelo Distillery District, pegamos um Uber de volta para o apartamento. Fiquem ligados nos próximos posts, porque ainda tem muita dica de Toronto pra vocês.

Compartilhe!
0
YOU MAY ALSO LIKE...

10 Comments on “Nossa viagem a Toronto – Parte 1”

  1. Jorge

    Oi Elisa,
    Estou indo para Toronto por 4 semanas para um intercambio e gostei muito do seu Post (adoro provar cervejas diferentes).
    Queria te perguntar sobre o UBER, funciona bem?
    Me chamou a atenção você não ter pego um desde o aeroporto, está proibido?
    Tem uma ideia do preço dele desde o aeroporto até o Downtown por exemplo?

    Muito obrigado!

    1. ELISABRENNER

      Ola Jorge, obrigada pelo comentário e pela visita. O uber funciona muito bem! Eu não peguei uber no aeroporto porque o transporte público em Toronto (e em todas as cidades do Canadá) é muito fácil! Do aeroporto é possível pegar um ônibus até a estação de metrô Kipling e de lá da para ir a qualquer lugar na cidade! De ônibus e metrô do aeroporto até downtown deve custar no máximo uns $10 de uber eu não tenho muita ideia, mas imagino que por volta dos $30
      Espero ter ajudado!

  2. Pingback: Kootenay National Park - Casei e Mudei

  3. Pingback: Kootenay National Park - Casei e Mudei

    1. ELISABRENNER

      Oiii Samia,
      Também não conhecia seu blog!
      Dei uma olhadinha e já amei!
      Obrigada pelo comentário e pela visita!
      Beijos

  4. Pingback: Nossa viagem a Toronto - Parte 4 - Casei e Mudei

  5. Pingback: Nossa viagem a Toronto - Parte 3 - Casei e Mudei

  6. Pingback: Nossa viagem a Toronto - Parte 2 - Casei e Mudei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *