Sobre a experiência de fazer snowboard em Nakiska Ski Resort

ELISABRENNERCanadá, Sobre mim2 Comments

O inverno aqui no Canadá começou com tudo, muita neve e frio no país inteiro. Uma das dicas principais para sobreviver a tanto frio é interagir com o clima, respirar fundo e let it go.

Já contei para vocês nos posts anteriores sobre a nossa viagem para Canmore no final do ano de 2016. O objetivo principal da viagem era ir para as montanhas fazer snowboard. As montanhas e Ski Resorts mais famosos da região são Sunshine, Lake Louise e Norquay.

Por eles serem tão famosos, eles acabam ficando muito lotados nessa época do ano, o que é um saco, tem que pegar fila para subir no lift, usar o banheiro e comprar comida e ainda tem que tomar cuidado para não atropelar ninguém. Para fugir das multidões, e para economizar um pouquinho, escolhemos ir para Nakiska Ski Resort, que fica localizada no Kananaskis Country, apenas 30 minutos de carro de Canmore.

Como eu não sabia nem calçar as botas de snowboard direito, eu escolhi pegar aulas. Comecei no nível 1 e não me arrependo. As aulas de ski e snowboard são dadas no Bunny Hill, que tem esse nome em todas as estações de Esqui porque é uma mini montanha para quem está aprendendo e principalmente para as crianças.

Em apenas dois dias em evolui do nível 1 para o nível 3, o que é um avanço enorme, principalmente para um adulto que nunca fez nenhum tipo de esporte na vida.

O primeiro dia, as temperaturas estavam super agradáveis, variando entre -5C e 0C, e por isso estava lotado! O Bunny Hill estava infestado de crianças, algumas tão pequenas que era difícil acreditar como os pais deixam aquelas miniaturas de gente subir em uma prancha. Mas aqui o amor por esqui e snowboard é tão grande que a grande maioria das crianças começam a aprender assim que fazem 3 anos.

Esse dia foi muito difícil para mim, como eu não queria atropelar ninguém, eu me jogava no chão o tempo todo, o que me causou muitos hematomas e muita dor muscular no dia seguinte. Sério. Tudo doía. Os joelhos, as canelas e as coxas ficaram cheias de roxos. Os músculos das costas e braços doíam muito, porque era com eles que eu amortecia a queda e fazia força para levantar, a dor era tanta que pegamos leve no dia seguinte e não voltamos para a montanha, era véspera de ano novo e eu conto tudo que fizemos aqui.

No dia 1 de janeiro, o dia nem amanheceu, chegamos a brincar que o apocalipse estava acontecendo no Canadá. O céu estava terrivelmente nublado, e a previsão era de 15 cm de neve e temperaturas de -25C. Foi difícil levantar e ir para a estação de esqui… sem falar que eu ainda estava dolorida! Mas vencemos a preguiça e fomos.

Ainda bem que fomos. Nakiska estava quase que vazia, o clima quase que apocalíptico desencorajou os turistas e eu tive o Bunny Hill praticamente só para mim. Naquele dia eu peguei aulas do nível 2 e 3, e dei a sorte de ter aulas particulares, o que me ajudou a evoluir muito!

Sem falar que a neve fofa e fresca – chamada de powder– fez com que as minhas quedas fossem bem mais agradáveis e por isso eu perdi um pouco o medo, já que cair não doía mais.

Aprendi a freiar, a descer de costas, de frente, a fazer curvas, freiar nas curvas e ainda subi no lift e desci a Bronze Mountain (a menor montanha do resort)! Nunca pensei que fosse dizer isso, mas eu finalmente estou começando a entender a paixão das pessoas pelo snowboard.

Se você também está pensando em aprender esse esporte, se liga nessas dicas

  1. Faça aulas. Eu sei que é caro e que tem milhões de vídeos no youtube ensinando, mas as aulas são fundamentais. Com as aulas você vai aprender a técnica muito mais rápido. É um investimento extremamente valido.
  2. Alugue o equipamento nas primeiras vezes. Equipamentos são caros, então para não gastar uma fortuna logo de cara, alugue nas primeiras vezes, até você ter certeza que realmente gostou do esporte. Sem falar que os Resorts têm equipamentos muito bons de aluguel. E não esqueça de usar o capacete. O uso do capacete só é obrigatório para crianças até 13 anos, mas é extremamente recomendável para todo mundo. A montanha pode ser muito perigosa, e uma queda de cabeça pode ser letal. Sem falar que o capacete ajuda a esquentar a cabeça hahaha.
  3. Pesquise preços e pacotes. Muitos Esqui Resorts têm pacotes que incluem aulas, aluguel de equipamentos e lift tickets por preços super em conta. E não deixe de olhar no Cost Co que lá também costuma ter várias promoções.
  4. Leve snacks e lanchinhos. Barrinhas da marca Clif são ótimas refeições e cabem no bolso! Não deixe de tomar água e entrar no lodge de vez em quando para esquentar e descansar um pouco.
  5. Chegue cedo! Nos dois dias chegamos na estação meia hora antes dela abrir e foi ótimo. Pegamos uma vaga próxima da entrada e tivemos tempo de sobra para trocarmos de roupa antes de começarmos a nos divertir.
  6. Vista-se adequadamente. Escolha base layers térmicas que sejam leves, roupas e luvas a prova d’água. Proteja as extremidades, eu usei 3 meias e duas luvas e se pudesse usaria mais hahaha
  7. Não tenha vergonha de cair. E acima de tudo, divirta-se.
Compartilhe!
0
YOU MAY ALSO LIKE...

2 Comments on “Sobre a experiência de fazer snowboard em Nakiska Ski Resort”

  1. Marcela

    Oi Elisa, descobri teu blog através da sua prima Lara.
    Achei bem legal o ig também (inclusive, estou seguindo já) !

    1. ELISABRENNER

      Olá Marcela,
      Que legal! fico feliz em saber que está gostando do blog e do instagram hehe
      A Lara é uma fofa! hehehe
      Beijos,
      Elisa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *